O Palhaço

O homem que chega na rodoviária, tem o rosto pálido, as roupas descombinadas, o sapato vários números maior que seu pé e uma mala vazia na mão.

Microconto #605

Meu filho nasceu.
Decidi visitar minha mãe, depois de 27 anos. A casa estava do mesmo jeito.
Ela me levou no quintal de terra, depois do almoço, mostrou o velho balanço pendurado no jacarandá e me deu umas sementes de presente. Aquilo plantou em minha cabeça uma árvore de lembranças.

Microconto #604

O policial sempre soltava o bandido que tinha dentro dele.

Natimorto

O destino se perde no tempo.
Não sabe mais o que é passado, presente ou futuro.
E por um erro de conjugação da vida.
O menino nasce morrido.

Microconto #603

O poeta com Parkinson preferiu acreditar que as palavras é que ficaram rebeldes.