Incrível como a gente sonha mais acordado do que dormindo

A primeira vez que você dormiu lá em casa
gostei muito do cheiro da sua respiração.
Não sei se alguém já te falou isso mas,
gostei de ficar deitado
de frente pra você,
esperando seus olhos abrirem pra te beijar
de novo.
Era como se eu pudesse ver sua respiração sair.
Sua respiração era tão boa que o mundo
tentava retribuir.
A cortina balançava e chegava na gente
uma brisa cheirosa de primavera.
Você se arrepiou dormindo.
Ver seu arrepio era uma coisa
contagiosa.
Passeei
de leve
meus dedos pelos seus cabelos,
querendo
e não querendo te acordar.
Os segundos em que tudo isso aconteceu
foram eternos.
Você ainda não sabia que era amor.
E apesar de todos os sinais,

nem eu.

Microconto #660

Pensei em escrever um conto erótico sobre o que a gente pode fazer amanhã.
Mas resolvi escrever sobre o que a gente fez ontem.

Inverno é a única estação que não me lembra você

A casa vai enchendo de café
É incrível
que
até os dias sem você
amanhecem tão você
O sol atravessa a janela
passa pela fresta
e faz verão na saudade
Espero na cama
seu cabelo outono
me alaranjar
mais uma vez
As marcas no corpo
hoje
quem fez
foi só o lençol
A tarde chega
e eu não quero
sair das lembranças
Fico aqui deitado
bebendo
fumando
pensando
e entardecendo
Anoiteço os sonhos
e durmo
sabendo que amanhã
seu cheiro primavera
vai florescer sorrisos
tudo de novo. 

O misterioso caso do homem que usava perfume de cacau

Desde que eu nasci meu pai trabalha com chocolate. Então, era comum ele chegar em casa com esse cheiro. Quando eu era pequeno achava que trabalhar com chocolate era tão bom que, era por isso que meu pai chegava tarde da firma. A gente não se via muito nessa época. Ele ficava muitas horas dentro de uma fábrica pra trazer dinheiro pra casa.

Ver meu pai chegando do trabalho era como ver alguém abrindo uma porta de um mundo onde morava a alegria. E esse mundo tinha um cheiro incrível. Engraçado que, apesar de gostar muito de chocolate, acho que eu preferia viver num mundo sem chocolate, sabe? Um mundo onde as contas não fossem tão caras, um mundo onde meu pai tivesse que trabalhar um pouco menos e eu pudesse ver ele um pouco mais.

É um pedido injusto, eu sei. Mas só entendi melhor isso agora, depois de ficar velho. Morar sozinho me fez enxergar as coisas de um jeito mais adulto. Minhas contas também não são baratas, também não paro muito em casa e vejo meu pai menos do que queria. É como se toda vez que eu faço uma visita , eu chegue por lá com um cheiro também, mas no meu caso não é cheiro de chocolate, é cheiro de saudade mesmo.

Tentativa de se matar(mos)

Eu não me importo amor
com a dor
eu não me importo

Quero que você caia da janela do nono andar
mas quero que caia
que caia bem devagar

Quero que você tome todos os remédios
mas que no fim
no fim morra só de tédio

Quero que você se jogue na frente do trem
mas quero que ele
que ele esteja parado meu bem

Eu só me corto amor
com a flor
eu só me corto com a flor.

Manual de instruções sobre como sofrer um pouco menos

Quando algo tiver faltando em você
deixa eu te lembrar do nosso passado.
Quando o vazio de dentro
for grande demais
vou te dar uma dica
abre bem a boca com um sorriso
e deixe entrar felicidade.
Escuta só que notícia boa
a gente não tá mais junto
e mesmo assim
ainda sinto o calor da sua mão
segurando a minha enquanto caminha.
Quando você tiver cabisbaixa
coloque seu melhor sapato.
Quando o céu tiver cinza
lembre que eu tenho
um lençol azul. Lá em casa
ninguém nunca mais entrou
com um perfume igual o seu.
Mas ó
fico por aí juntando pedaços da gente
e por mais que eu tente
continuo incompleto.
Nunca fico cheio de você.

O que eu disse pra ela é um pouco do que você também podia dizer

Eu falei pra ela que nem todo homem é igual. E foi exatamente nessa hora que eu percebi que tava fazendo igual todo homem. Foi nessa hora que eu percebi que, talvez, ela tivesse cansada de ouvir as mesmas coisas. Ou, simplesmente, tivesse só cansada de ouvir, sabe? Ela queria ver mais, sentir mais, decidir mais. Foi nessa hora que eu percebi que meu papel de homem tava cobrindo um pouco o papel dela de mulher.

Nos últimos dias ela chegou a me cobrar novidades. E eu errei, óbvio, dei presentes, flores, viagens e mais um monte de coisa que não serve pra alma. No fundo, ela só queria um pouco mais de liberdade e um pouco mais de confiança. As mulheres não são difíceis de entender. A gente é que anda com uma preguiça danada de tentar.

Acho que um dos maiores problemas das pessoas, ultimamente, é a falta de transparência, nas relações e na vida. E aqui, não é exclusividade minha, ou sua. As pessoas, no geral, podiam ser um pouco mais honestas. Não é errado não querer. Não é porque você vive a dois, a três ou a sete, que os jeitos vão ser os mesmos. Cada um pode pegar um caminho e se encontrar no final. E isso não deixa de ser amor, entende?

As relações são uma via de mão dupla que tão cada dia mais se unilaterizando. O excesso de insistência, a cobrança errada, a obsessão pela minha vontade e o descaso com suas escolhas são alguns dos culpados. Queria te pedir desculpa. Por mim e pelos outros. Mas juro, andei reparando e vou mudar meu jeito de ser. E mostrar pra você e pra mais um monte de gente como liberdade é bem diferente de abrir mão. Você pode experimentar novos gostos e, mesmo assim, continuar gostando dos mesmos sabores. Vai lá.