Quem fala primeiro perde mas, quem fala por último não ganha

Falar demais também é falar de menos
amar demais nunca é amar de menos.
Tudo o que disse até hoje
é só um pouco do que queria fazer
tudo o que calei
é muito do que não devia dizer.
Se amei errado
não é culpa do coração
foi com a boca que falhei.

Enfim, o segundo filho.


















Quase dois anos depois do lançamento do primeiro livro, chega o dia do próximo.

Aos poucos, o fim. Meu novo livro, dessa vez de micro-contos, será lançado às 19h no Patuscada - Livraria, Bar e Café - Rua Luís Murat, 40 - Vila Madalena - São Paulo - SP.

Todos que estiverem por São Paulo nesse dia, estão convidado ; )

Você é um endereço que eu ainda vou (na)morar

Na rua onde moro
não mora mais amor
é uma rua cheia de corpos abandonados
que não têm mais número
nem fachada
nem cor.
ninguém entra
ninguém sai
ninguém entra e sai.
É como o coração onde moro
não tem mais luz
só um parque vazio
que não nascem abraços
nem passa rio.
As calçadas que levam até mim

são esburacadas de rancor.

A delicada violência que é o amor

Chega de espaço
entre
minha boca e a sua.
Chega de lonjuras.
Se achegue
e fique mais perto.
Coloque seus olhos na minha altura.
Aumente sua respiração
e suspire
na mesma velocidade
que eu reparo.
Não diga nada.
Só se aproxime.
Nossos corpos
são barreiras desnecessárias.
Não quero fronteiras
nem mapas
muito menos distâncias.
Esquece o que tá em volta
e volta.
Vem
vai
vamos logo pra dentro um do outro.
Um beijo acontece
quando duas pessoas descobrem
que muitas coisas
podem ficar pra depois.
esvazio-me
de corpos
encho-me
de copos
estou cheio
de vontades
invertidas

O dia que tudo virou espelho a vida passou a ser vontades invertidas

Uma vez sonhei que tava sonhando
e dentro do sonho
tinha outro sonho
e outro
e mais outro.
Até hoje
só acordei de alguns.
A realidade é mesmo uma farsa.
O que eu faço de olhos abertos
tem profundidade
mas não tem altura.
Não é fácil chegar no céu
disse a menina com as asas nas mãos.
Realmente
uma vez tentei roubar estrelas
mas sempre me perco
quando não tem onde segurar.
Já pensou
se na verdade
a lua fica no mar
e o que a gente vê lá em cima
é só o reflexo?