Keep walking

Para na beira do mar, olha pra trás e vê as pegadas na areia.
Imagina as marcas como decisões mal tomadas que seguem ele até hoje.
Fica ali alguns minutos.
A maré sobe.
O futuro molha seus pés.
Desperta assustado e pensa, daqui pra frente posso caminhar sem remorso, dentro da água, os rastros de história vão desaparecer.

Microconto #494

Naufrago em copo
destilado
enquanto você me ignora
por toda parte.

Microconto #493

Nas ruas, apenas putas, mendigos e drogados.
A vida acaba de virar uma sequência de passado, presente e só.

Microconto #492

Falando ao nada,
a velha abandonada,
ouvindo seus murmúrios,
consolava a própria solidão.

Microconto #491

Suas fotos, até hoje, têm efeito lacrimogêneo.

Microconto #490

Tô com aquele friozinho na barriga do primeiro encontro, sabe?
Deve ser amor.
Afinal, a gente já se conhece há mais de 3 anos.

Microconto #489

Entre o tic e o tac do relógio consigo ouvir minha solidão.