Microconto #431

Eu e o maquinista vagamos sem rumo, parando homeopaticamente para a troca dos humanos passageiros.

Microconto #430

O jardim perdia o romantismo
toda vez que era regado de sua ausência.

Microconto #429

Os barulhos na escada de incêndio, indicavam que a vizinha do 77 estava tendo, de novo, problemas com fogo.

Microconto #428

Lembro de você nos meus versos.
Aquelas tentativas frustradas
de juntar palavras rimadas,
buscando uma inspiração que nunca esteve aqui.

Microconto #427

Na cozinha e no banheiro o cheiro denunciava o que um dia já foi comida.
Mas fora o dedo, nenhum outro vestígio foi encontrado.

Microconto #426

Acordei e o diabo tava sentado na minha cama.
Você vai conhecer o inferno, ele disse.
Levantou, foi embora e me deixou no mesmo lugar.