Microconto #430

O jardim perdia o romantismo
toda vez que era regado de sua ausência.

4 comentários:

Mi disse...

Todo mundo precisa de um pouco de atenção.

:)

Um abraço

Luana Almeida disse...

Caiu um cisco de suas palavras aqui... saiu o rio.

Flores!

Tiago Moralles disse...

Beijos queridas.

naomefazpensar disse...

Ausência é adubo na sua forma mais básica: uma merda.