Microconto #481

A mulher barbada se depilou, o malabarista perdeu o equilíbrio, o mágico errou o truque e o palhaço foi o único que continuou achando graça.

Microconto #480

Sob o chapéu uma mente gasta de vida.
Sob os olhos um bigode amarelo de problemas.
Sob o peito um coração parado de desgosto.

Microconto #479

Chega mais cedo.
Abre a porta com intenção de surpresa.
Desapontado, encontra na cama, a mulher, e o marido.

Microconto #478

No parque, pai e filho, dividindo uma Coca-Cola e três coxinhas, curtiam toda a felicidade que o dinheiro podia comprar.

Microconto #477

Na volta pra casa, uma briga entre passageiro e cobrador da linha Lapa, terminou com quatro tiros, dois corpos e nenhuma saudade.

Microconto #476

Entre cartas, copos e fumaça,
apostava a vida sem muita sorte.

Microconto #475

Quando o pai morreu, o corpo alimentou a terra, a alma alimentou o céu e ninguém alimentou os filhos.