Microconto #545

Saiu de mansinho pra trabalhar. Era domingo, 5 da manhã e um frio danado lá fora. Preferiu não acordar ninguém. Mas teria dado um beijo nos filhos se soubesse que não ia voltar.

4 comentários:

Guilherme Damasceno disse...

Força na poesia pra vocês de São Paulo. Aqui vamos inspirados por vocês.

Tiago Moralles disse...

Valeu Gui.
Vamos juntos.

sandra disse...

Gostei dos mocrocontos. Ainda nao cheguei em um q n acabe em morte ou q n seja melancólico. Como não li todos: eles refletem o seu momento atual ou o seu estilo é realmente fúnebre?

Tiago Moralles disse...

Oi Sandra.
Brigado por ler e comentar.
Meu estilo é mais mórbido mesmo, como deu pra perceber hehehe.
Prefiro viver os problemas na literatura do que na vida real, talvez seja isso.