Microconto #555

Pai e mãe aguardam ansiosos no desembarque o reencontro com a filha depois de 14 anos.

O painel sinaliza o atraso com mais de duas horas.
Seu Firmino vê uma movimentação estranha no saguão do aeroporto. No alto falante, uma voz calma e fria, solicita a todos que aguardam o voo 964, que se dirijam pra sala VIP da companhia.
Dona Cleide aperta a mão do marido e uma lágrima premonitória escorre por todos os cantos dos olhos.

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostei desse microconto. Parece até uma sinopse de filme, né? Dá um bom roteiro!

Tiago Moralles disse...

Interessante.