Microconto #652

O menino enfim alcançou seus sonhos. Eles tinham o tamanho de bolinhas de gude. Caberiam no bolso o tempo inteiro. Mas a vida não usa calças. Então é mais fácil achar vontades jogadas pela rua e levar na mão. E aí, você leva só o que der pra carregar e deixa cair o que os outros podem pegar. E assim, seus excessos completam faltas.

Nenhum comentário: