Microconto #436

Com o curso de enfermagem, salvou a vida do pai que sempre quis um filho advogado.

5 comentários:

HÉLIO SENA disse...

Há males que vem para o bem!

Luana Almeida disse...

Ainda bem que foi de contra vontade do pai, mas bem que poderia ser um advogado. Vai que o desejo do pai era morrer.

Flores!

Por que você faz poema? disse...

E quem disse que advogados não sao bons enfermeiros?

Luana Almeida disse...

E quem disse que advogados são bons, Herculano?

Flores!

Renata de Aragão Lopes disse...

Antes enfermeiro...