Microconto #468

Bebeto,
a caminho da cidade grande,
leva na mão uma mala folgada,
espera da rodoviária o ônibus,
e da vida nada.

6 comentários:

Angela disse...

bom! E que nada espere mesmo! Tudo que vier caberá na folga.

Gabriel Lima disse...

Deu sorte de encontrar a mala.
Quem dera encontrasse a dona.

Cristiano disse...

bebeto é uma pagina em branco?
Ou só uma toda rabiscada?

Tiago Moralles disse...

Boa pergunta Cris.

Jéssica Amâncio disse...

sou bebeto muitas vezes ao dia.

Tiago Moralles disse...

Gostei do comentário Jé.