Microconto #557

A insônia foi consumindo, um a um, todos os sonhos.

Nenhum comentário: