Microconto #567

Se os pensamentos permitissem diminuir as distâncias,
o aroma dela far-se-ia presente,
e o beijo,
quente,
como nunca fora.

2 comentários:

Naty Nunes disse...

Quisera eu encurtar distâncias
Mas não tenho poder, nem mesmo pra controlar essa ânsia
Que me consome de fora pra dentro e transborda de dentro pra fora
Quisera eu sentir saudades, só agora...
Mas sinto todo segundo, todo instante, toda hora
Quisera eu permitir meus pensamentos
e distanciar ao invés de diminuir
Porque quanto mais perto de ti, mais longe de mim
A propósito, nem sei pra quê a esse mundo vim
Talvez pra provar teus aromas
E quem sabe degustar teus beijos
Guardar tua poesia em um realejo
Ou apenas escrever sobre aquilo que vejo...

-
Que saudade que estava deste cantinho tão inspirador :)

Tiago Moralles disse...

Como inspira, expira, respira, a literatura.
Boa visita.