Microconto #588

Levou um buquê de plástico pro velório do filho.
A começar pelas rosas, tudo ali eram mentiras.

Nenhum comentário: