A delicada violência que é o amor

Chega de espaço
entre
minha boca e a sua.
Chega de lonjuras.
Se achegue
e fique mais perto.
Coloque seus olhos na minha altura.
Aumente sua respiração
e suspire
na mesma velocidade
que eu reparo.
Não diga nada.
Só se aproxime.
Nossos corpos
são barreiras desnecessárias.
Não quero fronteiras
nem mapas
muito menos distâncias.
Esquece o que tá em volta
e volta.
Vem
vai
vamos logo pra dentro um do outro.
Um beijo acontece
quando duas pessoas descobrem
que muitas coisas
podem ficar pra depois.

Nenhum comentário: