você roubou meu coração numa noite de muita chuva.

eu passava por uma estrada deserta.
vontades furadas.
sem amores estepes.
parei e deixei cair sobre mim
todas as lágrimas do mundo.
quando percebi
a beira da rodo-
via
você
chegar a(r)mada.
um tiro seco na alma
minha carcaça é toda sua.
mas antes da bala chegar
só deu tempo de avisar
eu tô vazio
largado sem nada
fique a vontade pra encher
antes de repovoar.

Nenhum comentário: