Propaganda auto-sustentável

.

.
Está ficando cada vez mais comum nos depararmos com ações que inovam em suas formas, que inovam em seus conteúdos ou que simplesmente inovam (ainda bem). Isso não é mais nenhuma surpresa pra quem acompanha o mercado publicitário e suas tendências.

Mas para quem não acompanha, vamos deixar um pouco mais clara essa real situação, afinal, é exatamente pra isso que estamos aqui, pra falar de tudo um pouco.

Vamos a três exemplos rápidos:

Essa ação da
DOVE na Alemanha, brinca com os sentidos e com certeza afeta um ponto muito fraco no ser humano, o olfato. Instalando reprodutores em salas de cinemas as quais puderam aromatizar o ambiente com um "cheirinho bom de DOVE" durante a apresentação do comercial da marca.

Essa da
MTV, bem mais recente, feita pela LODUCCA. Foge do comum e brinca novamente com os sentidos (dessa vez o mais fraco em mim), o paladar. Um anúncio criado para promover a sustentabilidade, foi feito justamente para não ser jogado fora, e sim, para ser comido.

Essa no caso já não é uma inovação de conteúdo, mas sim de forma. Como disse o
Rafael Amaral, a empresa Quividi de Londres, está utilizando técnicas que podem definir quem está olhado para o anúncio (ainda em mídia externa), suas características de sexo e idade aproximada. Fazendo assim com que seja possível cada pessoa ver um tipo de anúncio específico, mais ou menos como aqui no filme Minority Report, ou como esse vídeo da Oblong onde a vida imita a arte (ou será o contrário, já me confundi a essa altura).

Enfim, tecnologia,
neuromarketing, portabilidade, interatividade, anúncios sensitivos, comestíveis, mutáveis, mutantes, uhuuu, viva essa geração!

6 comentários:

Kenzo Kimura disse...

Graças a Deus (e, claro, às cabeças pensantes), as agências estão saindo da fórmula comercial de tv+outdoor+busdoor.

Essas iniciativas é o que vão diferenciar as agências no futuro (e já começam a diferenciar).

Quem não embarcar nessas mídias alternativas, pode se preparar para ver navios. E dentro dele, seus clientes indo embora.

Silvia® disse...

Acho isso muito bacana,uma vez fui à uma feira de noivas e uma linha cosmética oferecia shiatsu e outros tipos de massagens e tratamentos estéticos gratuitos p/divulgação dos produtos mas isso é muito comum,tem uma marca que vc escolhe as essências p/prepararem o perfume,agora essa da Dove é muito doido mesmo,uma vez tive uma idéia maluca pensando em filme
3d,fiquei imaginando do jeito que anda a tecnologia daqui uns dias fazem uma adaptação do Cantando na Chuva,e irão distribuir roupas protetoras e simularão a chuva na sala de cinema hehehe!!!ou então vão criar um botões ao lado do acento com opções de legenda,tecla sap etc.Com efeitos tato, visual,olfativo...tipo a cadeira fazer movimentos mais reais do que simuladores de vôo,sem ingressos, a entrada com leitor digital que fará o débito direto na conta e outras coisas que é melhor nem falar,minha imaginação vai longe rs!!!bjs

Tiago Moralles disse...

Kenzo:

Realmente esse navio vai levar tudo. Contas, verbas, status e criatividade.

Silvia:

Legal você ter comentado a respeito da marca de perfume, olha isso: http://tfmoralles.blogspot.com/2008/09/cheiro-igual-piada-do-gosto-cada-um-tem.html

Brian disse...

Falando em ações de Marketing, uma ressalva para a contratação do Ronaldo, pois ele é só isso hoje em dia, Marketing!!!

Flws.

Tiago Moralles disse...

A rincha entres os clubes está se extendendo para fora dos campos.
Com o sucesso de marketing do São Paulo, o Corinthians não quer ficar pra trás.

ideiasexplosivas disse...

vivaaaaa! =)

abraços