Algumas coisas que penso quando você reclama da unha

Eu sei que minha atenção monossilábica não resolve seu problema.
Sei que minha falta de correspondência nos olhares também não resolve.
Que fazer de conta que tô ouvindo e entendendo tudo, não cola mais.
Sei ainda, que aquele tapinha frio e seco na sua perna não serve mais de consolo.
Que falar bem da comida requentada, não resolve o fato der ter esquecido de elogiar ontem.
Que parabéns no dia seguinte ao aniversário de namoro, casamento, primeiro beijo, primeira transa, primeiro filme ou qualquer outro primeiro que você adora comemorar, não vai consertar a situação.
Dizer que gosto do seu pai não ajuda você esquecer que odeio sua mãe.
Que dizer não quero um filho agora, não é a mesma coisa que recusar um sorvete.
Que mesmo quando não quero parar na frente da loja de sapatos é melhor não dizer.
Que mesmo quando você exagera na roupa, seja pra menos ou pra mais, também é melhor não dizer.
Que nossa noção de horário é inversamente proporcional.
Que nosso sentido de amor é ironicamente hormonal.
Que nossa transa não é nada mais que carnal.
Que como seus beijos eu já tive igual.
Que nosso caso não tá mais normal.
Que seu ciúmes me faz mal.
Mal mesmo, muito mal.
E, se ainda assim, não deu pra perceber, desculpa, mas, essa atenção é tudo que eu tenho pra dar enquanto você me irrita por causa dessa porra de unha quebrada.

17 comentários:

Ribeiro Pedreira disse...

concerto de unhas e indiferenças.

Dan disse...

se tá assim melhor partir pra outra!

Ingrid S. disse...

Sinto um cansaço vindo dele; sincero.

Lija disse...

Mas é muito tenso quando uma unha quebra, porque você acaba tendo que cortar todas as outras para que cresçam iguais. É o problema do século, cara.

Felipe Carriço disse...

Só virando gay pra resolver isso, meu caro. HEHE

Tiago Moralles disse...

Tendo heim Lija.

Nara Sales disse...

Vixe! As coisas andam mal e a unha foi a gota d'água.

jair e. disse...

Tiago, o conselheiro Acácio aconselha: não deixe que essa porra de unha quebrada se transforme num calcanhar de aquiles. Ou disses.

Tiago Moralles disse...

Bem lembrado Jair.

Laura K. disse...

Como se o amor estivesse condicionado apenas a uma beleza física...

Barbara C disse...

A unha foi a ultima gota do copo, esta transbordando de raiva rs.


bjo

Luana Almeida disse...

Algo bom, gostei.
Cara, foge de tudo isso (risos).

Flores!

Tatá R. da S. disse...

Engraçado como isso é mais comum do que a gente pensa, né?
Nesse ponto os homens são realmente iguais. e.e
Muito bom, adorei a sinceridade.
=*

Cynthia Osório disse...

Antes a unha quebrada de uma mulher chata que a unha inteira de uma mulher zangada, né não? Ou não.

Tiago Moralles disse...

Brigado Tatá.
_

Cynthia, agora fiquei na dúvida hehe.

Ju Fuzetto disse...

Unha quebrada? Coração partido

Carina B. disse...

Ah, a irritação deliciosa da diferença.

Obrigada pela visita e pelo comentário lá no blog, vim retribuir e adorei o teu!
:)

ps.: unha quebrada é um assunto MUITO sério! ;)