Microconto #469

Chove; pela janela entra um cheiro doce e fresco de saudade. A coberta está mais vazia hoje. Ainda acho que a música do dia podia ser você.

4 comentários:

Prih Pereira disse...

Que lindo, Thiago! O cheiro da saudade é doce, mas o do reencontro é mais doce ainda!

Merlaine Garcês disse...

Saudade dói...

EvE Weigel disse...

Munito.

Tiago Moralles disse...

:*