Microconto #602

O escritor dramaturgo chorava pelas mãos.

Nenhum comentário: