Inverno é a única estação que não me lembra você

A casa vai enchendo de café
É incrível
que
até os dias sem você
amanhecem tão você
O sol atravessa a janela
passa pela fresta
e faz verão na saudade
Espero na cama
seu cabelo outono
me alaranjar
mais uma vez
As marcas no corpo
hoje
quem fez
foi só o lençol
A tarde chega
e eu não quero
sair das lembranças
Fico aqui deitado
bebendo
fumando
pensando
e entardecendo
Anoiteço os sonhos
e durmo
sabendo que amanhã
seu cheiro primavera
vai florescer sorrisos
tudo de novo. 

Nenhum comentário: