Boom

Sabe quando uma bomba explode num filme de guerra e fica um zumbido agudo e por um tempo ninguém ouve mais nada? Sabe? Sabe quando tem gente sangrando e suja de barro com arma na mão correndo pra todo lado e fugindo de tiro e fugindo de fogo e de repente boom explode uma bomba e fica um zumbido tão agudo que ninguém ouve nada? Sabe o zumbido? Agudo? Sabe? Depois da bomba? Depois do boom? Sabe não sabe? Gostar de você é tipo isso. Tipo agudo. Tipo zumbido. Você é tipo o zumbido depois que a bomba boom num filme de guerra e não me deixa prestar mais atenção em nada a não ser em você. Você é o que vem depois da explosão da bomba. Aquilo que vem e deixa todo mundo perdido e desnorteado. É aí que eu paro e penso sobre a cena de guerra dentro do filme. A vida é uma cena de batalha com bomba granada e boom. Eu sou o soldado ferido grave com a bomba aguda. Eu não vejo nada do que acontece ao redor dessa nossa zona de conflito. Só vejo seu zumbido em mim depois que o coração boom. Ninguém mais explode aqui ou ali só tem gente correndo perdida pra todo lado e você zuuuuum. Eu nunca tive numa guerra nunca tive num filme de guerra nem sequer vi de perto uma bomba. Mas eu conheci você. E o jeito que você explodiu me deixou surdo de amor.

Nenhum comentário: