o que pintam sobre o amor, no fundo, não é um quadro tão bonito assim

não tem muito espaço
pra você
neste espaço que é meu.
na verdade
não tem muito espaço
nem pra mim
neste espaço que não é seu.
já recebi visitas.
já passei calor
e já passei frio aqui dentro.
a vista parece bonita
de fora.
mas você não faz ideia
do cheiro de mofo.
tem o conforto de uma cama.
que pouca gente já deitou.
e esse pouco inclui você.
acham que esse pedaço
está me enlouquecendo.
loucos são
os que acham que isso é possível.
quando fico aqui
nada me faz mal.
já tentei sair.
tentei olhar o mundo.
só que sem chave
meu peito é minha prisão.
meu coração hoje
parece um quarto de Van Gogh.
feio e vazio.

Nenhum comentário: