Qual é a diferença?

.

.
Li uma reportagem da Romênia divulgada pela agência HotNews, com a seguinte manchete, “Morto ganha eleições municipais”, o conteúdo era mais ou menos assim, um candidato democrata chamado Neculai Ivascu, 58, faleceu no último domingo (15/06), dia das eleições locais, as quais, venceu com 1051 votos, contra os 1028 recebidos por seu adversário liberal. Os eleitores tomaram conhecimento da morte no mesmo dia da votação, mas por enquanto, Ivascu, que morreu por causa de uma doença crônica no fígado, continua sendo oficialmente prefeito de Voinesti, já que as leis não previam tal situação.

Agora minha dúvida. Como podemos saber ao certo se um político está morto de verdade? Será que é quando ele fica parado, inerte e não toma mais decisões? Será que é quando não chama mais a atenção com situações escandalosas e não ouve mais as reivindicações da população? Será que é quando faz de conta não ver o clamor popular por reformas ou será simplesmente por não resolver mais nada?

Alguém, por favor, poderia dar uma olhada no congresso, com certeza tem gente por lá só precisando ser enterrada então.

3 comentários:

Violet Scott disse...

Gostei daqui, Tiago.
Beijos, VS.

Tiago disse...

Gostei de você Violet hehe.
Bem vinda, volte sempre.

Patrícia Boccuzzi Ponchio disse...

hahahahahaha..
muito boa essaaa!!!