Microconto #18

Tinha nariz grande, uma verruga horrível e a voz tenebrosa. Estaria pronta pro Halloween caso já não tivesse nascido assim mesma.

4 comentários:

Pedro Hutsch Balboni disse...

Legal que vc gostou das joanas..
Eu curti bastante sua idéia de microcontos, sao bons, envolvem um pensamento parecido do que se deve ter para fazer tirinhas
E seu portifólio tbm é bom, ja tinha visto sua peça da Central do Outdoor...vc faz estagio na Lew/Lara, é isso?

Pedro Hutsch Balboni disse...

Acabei de pegar seu comentário no Ser Circunstancia, legal a dica do Twitter, sou meio antiguado,hehe, mas vou fuçar um pouco melhor essa ferramenta, abraço

Tiago Moralles disse...

Opa, obrigado pelas visitas.
Então, se entrar no Twitter não esquece de avisar.
Estou na Lew,Lara sim, foi a Taís que indicou seu blog.
Abraços.

Fezinha disse...

Como diria Caetano "Narciso acha feio o que não é espelho".Beleza é passageiro,conteúdo não!A menos que sofra de alzheimer (Ai,peguei pesado!)