Microconto #52

Ser hiperativo sempre foi uma qualidade, até o dia do derrame. Depois disso, nunca mais conseguiu se mexer.

12 comentários:

Gordinha disse...

Aiiii! Eu sou hiperativa (acho) #medo

Tiago Moralles disse...

Relaxa, no fim todo mundo é igual.

Felipe A. Carriço disse...

Derrame de cimento na própria cabeça, não é?

Tiago Moralles disse...

O que não é uma má ideia também.

Pedro Hutsch Balboni disse...

Hiperatividade retarda o envelhecimento, segundo a Teoria da Relatividade...certo? =P

Tiago Moralles disse...

Uau, que neurose hehe.

♥Silvia♥ disse...

Será que isso é uma qualidade?.
As vezes a gente brinca,eu sempre digo que sou,mas é mesmo uma doença muito comum,eu acho que pelo menos na escola deveriam existir palestras,pq a maioria das pessoas que são,não imaginam ou nunca ouviram falar,já vi um caso de um garotinho hiperativo apanhar todo dia,pq a mãe não tinha conhecimento,pior ainda é quando vem acompanhada da DDA e a pessoa é levada como preguiçosa...acho bacana a maneira q escreve,na maioria das vezes descontraído, mas sempre abordando um tema pra discussão ou reflexão!!!gostei bjs

Iasnara disse...

tenho hiperatividade bipolar, me permito giboiar após as refeições (salvo dias úteis, claro, quando não paro nem pra comer).

prefiro não pensar na parte do derrame, pode me deixar estática.

Tiago Moralles disse...

ISA, friamente comentada uma desgraça, adorei.

Silvia, acho bacana o jeito que você comenta e discuti os assuntos.
Ah, não some não, ainda vamos marcar aquela esfiha esperta.

G. Borges disse...

Sou hiperativa por programação neurolinguística, dos outros.

Tiago Moralles disse...

Senti um pouco de culpa nisso, ou posso ficar tranquilo hehe?

G. Borges disse...

Você e mais umas 20 pessoas tem culpa nisso, mas pode ficar tranquilo, é positivo (Y) hehe