Microconto #200

É a primeira vez que vê o mar depois do acidente.

Só não dá pra pisar na água ainda porque as próteses não são impermeáveis.

17 comentários:

Natalya Nunes disse...

Mesmo com suas limitações, a vida é preciosa...
pelo menos a esperança é à prova d'água.

Um beijo, seu lindo!

quandoeumechamarsaudade disse...

Pra superação não existe limites.

Beijo querido! ;*

Ranzinza disse...

HAhahahahahahaha

Ella disse...

HAIUHSIUHS Judiação.
Ah, Thiago. Fui olhar os outros comentários do post anterior e descobri que eu Comentei com o Login da Minha tia! HAUSHUIHAS

"óun, eu falo isso pro meu cachorro bábábá"

HUAHIUSHIUHUSH
¬¬
preciso prestar atenção nas coisas.

Tiago Moralles disse...

Tudo bem Ella, tá perdoada hehe.
Acho que o limite é a palavra de ordem.

Rasura Excessiva disse...

ahahahahaha

vc manda sempre bem cara...

Abraço

Tiago Moralles disse...

Porra, valeu.

J. disse...

Menino, que trágico! E que triste também...

Beijoca.

Marcelo Mayer disse...

hahahahahahaha
podia ser pior, podia ser mineiro

. disse...

muito bom essas coisas.

Silvia disse...

Tá ferrado,coitado.Se fosse personagem do Manoel Carlos,em uma semana estaria praticando Windsurf e as 77 posições do Kama Sutra.

Barbara C disse...

Concerteza uma sensação unica e maravilhosa poder ao menos contemplar a vista do mar.

Renata de Aragão Lopes disse...

Que vasto repertório o seu!

Gordinha disse...

Muito ácido! Eu gosto, eu gosto!
=D

Daiana Costa disse...

Este me lembrou o Tenente de 'Forrest Gump'. Só aqui não há guerras (quem sabe?).

Tiago Moralles disse...

Olha a Silvia, mais trágica que eu hehe.
Valeu pessoal.
Mibrobeijos.

-blyef disse...

que trágico =/

nada sutil, ótimo *-*