Microconto #483

Abro os olhos de manhã e percebo que ela também tá acordada.
A luz do sol passa arisca pela cortina.
Viro pro lado e vejo a orelha dela perdida em meio ao cabelo bagunçado.
Falo te amo, baixinho, ao pé d’ouvido.
Ela ri com desdém.
Droga, penso; parece que o nosso amor acaba de se perder no meio de uma piada.

4 comentários:

Angela disse...

Que nada... ela ria do sonho que teve e ainda não contou!
Anda bonito este romance!

Luana Almeida disse...

O amor é uma piada. E quem não gosta de rir?! ;

Flores!

Anônimo disse...

Lindos como sempre. Saudade dessa casa ;)

Tiago Moralles disse...

Obrigado pessoas.
Fã, apareça sempre.