a rua mais bonita que já vi não leva a lugar nenhum.

a vida em mão dupla
faz a gente passar pelas decisões
numa velocidade alta demais
cê não acha?
nossos sonhos vivem em rotatórias
complicadas de sair.
a rua mais bonita que já vi
é mais bonita
que rua.
tem placas limpas e vazias
pessoas arrumadas e perdidas
umas árvores lindas no canteiro central
que distraem a gente
pra não prestar atenção no caminho.
essas estradas da vida andam cheias de distração.
eu sigo sem ultrapassar limites
mas também sem andar lento demais.
e mesmo sem nem saber muito bem o que tô fazendo da minha vida
de vez em quando
eu ainda pego o retorno mais próximo.
me diz
pra quê?

Nenhum comentário: