Dia e noite

Vidas totalmente diferentes e opostas, comandadas pela rotação da Terra. Enquanto os da luz do sol são sérios, quietos e apressados, sob a luz da lua, os outros são agitados, diferentes e ao mesmo tempo, normais. Duas raças distintas que raramente se cruzam; uma domina o dia e a outra domina a noite. Dois tipos de vidas que buscam de formas diferentes, a mesma coisa; liberdade.

Enquanto uns aparentemente são metódicos, outros são visivelmente alternativos. O mais interessante é a terra que consegue abrigar dois tipos de criaturas tão avessas, não fazem as mesmas coisas, mal se encontram, mal se olham, quase não se falam e mesmo assim, vivem no mesmo lugar, de forma paralela.

A cada manhã que nasce, os primeiros aparecem de antigos buracos no chão, os demais surgem não se sabe de onde. O dia transcorre e a movimentação é constante, todos com passos cronometrados e objetivos muito comuns. Quando o dia vai chegando ao fim, as criaturas trocam de lugares, e esses, dão lugar àqueles. Os primeiros somem da mesma forma que apareceram, e os outros, gradativamente vão se apoderando do lugar que há pouco, era de um ser diferente.

A noite começa e seus guardiões, ao mesmo tempo também exploradores, conquistam espaço e marcam território. Sempre acontece a mesma coisa, dificilmente é possível ver um dos dois lados migrarem ou invadirem o oposto, são delimitações e barreiras criadas por raças diferentes, espécies diferentes e tribos diferentes.

A partir do momento que mais uma noite vai chegando ao fim, aqueles começam a dar lugar a esses novamente. Da mesma forma que outrora uns sumiram, aqueles agora também desaparecem, passam a desabitar essa terra aonde não canta o sabiá, que não tem mais palmeiras, que quase não tem mais sentimentos, mas, que com certeza têm muita vida, vida essa que passa apressada pelos corredores da cidade e se faz presente nessa avenida, muito prazer, ela é a Paulista.

7 comentários:

Felipe A. Carriço disse...

Boa cara!!!

Tiago Fidelis Moralles disse...

Demorou um pouquinho mas saiu, lembra? Hehe.

Gustavo disse...

Parabénss Cara mt bom essa
abraços!!

Tiago disse...

Que bom que tenha gostado. Melhor ainda que tenha visitado.
Volte sempre.
Abraços.

Carlos Eduardo disse...

Parabéns pela colocação, afinal é um concurso internacional! Gostei desse e do outro texto tb! Acredito em vc cara, vc vai longe! é um prazer ter um concorrente e um colega como vc! Abração! Sucesso!

Cadú!

Tiago disse...

Eu também fiquei contente comigo mesmo (novidade né).
A melhor parte foi a sinceridade.
Abração Cadubí.

Silvia Caroline disse...

O local de encontros e partidas
Vidas distintas.