Cheiro é igual a piada do gosto, cada um tem o seu

.
.
Cada pessoa gosta de um perfume diferente, justamente por que cada um gosta de suas particularidades. Uns preferem algo mais amadeirado enquanto outros preferem algo mais cítrico, tem até gente que gosta de perfume doce (sinceramente eu nunca ouvi dizer que o cheiro tem gosto, mas tudo bem).

Todos falam em O Boticário, Avon, Natura e outras, mas até agora aqui no Brasil, a única empresa que se especializou nesse serviço e atende os clientes com seus gostos variados, é a Essenza Reale
.

A Essenza comercializa perfumes normalmente, mas em uma área Sob Medida
permite aos clientes criarem um aroma exclusivo, através de um questionário que abrange temas como, suas características, tipo de pele, cabelo, memórias olfativas e seu jeito de ser.

O perfumista cria a fragrância através da mistura de famílias olfativas, e o mais legal, é que depois disso o perfume é registrado na ANVISA com o seu nome e só você poderá ter acesso à combinação. Genial. Será que sai caro para eu comprar o meu próprio cheiro?

8 comentários:

Rodrigo disse...

Você nunca viu o cheiro ter gosto? E eu, que nunca vi cheiro nenhum... rs.

Sentir disse...

isso tá com cara de merchã!
mesmo assim, curioso pensar
no próprio cheiro.
o meu varia com a lua. ;)

Kenzo Kimura disse...

Opa, cara. Moro em Fortaleza - Ce e encontrei teu blog aqui espalhado pelo mundo google e achei interessante. Também sou redator publicitário. Caso queira ver o que os criativos do Ceará andam fazendo, dá uma chegada no meu blog www.rafiado.blogspot.com , serás bem-vindo.
Abraço e parabéns pelo blog.

Tiago Moralles disse...

Rodrigo:
- Tá certo, 1 x 0 pra você (mas por enquanto) rs.
I:
- Só se for merchã pessoal (entendeu hehe?)
Kenzo:
- Obrigado pela visita cara, seja muito bem vindo e pode ter certeza que vou passar por lá sim.
Ufa.

Felipe disse...

Hauhauha... nunca VI CHEIRO ter GOSTO! Interessante o texto... mas só para conhecimento: Cheiro tem gosto! Os nossos receptores olfativos e palatoriais são interligados, por isso ao sentir o cheiro nos lembramos do gosto e vice-versa. Tome por exemplo as cobras que literalmente lambem o ar para sentir o gosto do cheiro.
Um abraço!

Tiago Moralles disse...

Pronto, agora isso está virando uma aula de ciências hehe.
Como o Pelipe disse "nos lembramos do gosto" e não "sentimos o gosto" assim continua na mesma, e o exemplo em questão é das cobras e não dos humanos.
Já quanto a minha força de expressão vou mudar se é para o agrado dos meus leitores ;)

Rodrigo disse...

Ahh, não vale mudar o texto não hein, rsrs

Tiago Moralles disse...

Sinto-me como na parábola do velho, o menino e o burro hehe.
Mas tudo bem, o espaço aqui é democrátioco.