Microconto #172

5 da manhã.
A plataforma cheia aguarda o transporte dos produtores de ganha pão.
O dia não importa,
são todos iguais.

20 comentários:

Marcelo Mayer disse...

cotidiano #1001

renata carneiro disse...

rotina. né isso?

beijos...

Bruno Philipppsen disse...

Bom texto! Dupla leitura interessante: quem é igual, o dia ou os produtores? Você tá chegando na poesia!

Natalya Nunes disse...

E a rotina desatina na plataforma inconstante do destino.

Tiago Moralles disse...

O de sempre.
Chegando na poesia Brunão? Vou tomar cuidado então hehehe.

Estefani disse...

somos iguais
menos normais
a cada manhã



Estou nessa plataforma todas as manhãs... Que vida mais rotineira meu Deus!!!

Natália Corrêa disse...

odeio ser uma produtora de ganha pão!

Sakana-san disse...

Me sinto um número as vezes. Também mais do mesmo.

Wilson Torres Nanini disse...

Dá pra entrever martelos e foices nas entrelinhas. Muito bom!

Tiago Moralles disse...

E quem não está nessa plataforma Estefani?
_

Ná e Saka, somos sempre números, produzindo ou não o ganha pão.
_

Valeu Wilson.
Microabraço.

Vivian disse...

...estas palavras servem
para quem se "acha".

e vamos combinar:

tá cheio de gente que
se acha, né amore?

smackssss

Tiago Moralles disse...

Vi, depois do "amore" não tenho como não concordar hehe.

HSLO disse...

Nosso-Cotidiano.

é até o nome do meu blog...kkkk


abraços
de luz e paz.

Hugo

Lara Amaral disse...

Mas a forma de vê-los muda sempre o "sentido".

Abraço!

Nick Nicks disse...

Ei, você não tinha contado que fazia estes microcontos. Adorei. :]



Ana (aquela mulher redatora brava do online) ;]

Tiago Moralles disse...

O cotidiano Hugo, como sempre, mesmo assim muda, como disse a Lara.
_

Qual dos onlines Aninha?

Felipe A. Carriço disse...

Mastigar a mesma rotina todos os dias é o que muitas pessoas gostam de fazer.

Paulinha disse...

talvez não porque eles queiram que os dias sejam iguais, mas pq não fazem nada para mudar isso, ou até msm pq não o podem fazer...

[ joe ] disse...

É triste porque é verdade.

[j]

Tiago Moralles disse...

E continuaremos com a tristeza diária.