Que mentira que lorota boa

Teu cheiro te faz presente, em mente.
Não, mentira.
Mente pra mim, pois teu cheiro não é você.
Mentirosa.
Minha mente sabe que você mente.
Mentindo, assim, descaradamente.
Mas, de repente,
quem sabe,
entre mentira e outra nossa mente não se acha,
teu cheiro não resolve aparecer com você,
e aí sim,
mesmo mentindo,
minha mente acha que és tu, minha mentirosa.
Ah, pobre e inocente-mente.

17 comentários:

Daiana Costa disse...

Uau! Digno de um poeta moderno! Gostei mesmo dessa brincadeira de 'mente'.

Natalya Nunes disse...

Palavras que docemente invadem nossa mente...assim mesmo, instantaneamente...

Ti, seus textos são absurdamente envolventes, menino!
ADORO!

Tiago Moralles disse...

Duas mentirosas.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Eu adorei o jogo de palavras.
Terceira mentirosa então :p

Claudio Justo disse...

Muito, muito bom!

Estefani disse...

Ah mente,

mentirosa,

enganadora,
Brinca, com a minha saudade, a minha solidão...

Vivian disse...

...que encanto de.mente!

mentira...

beijo na mente que encanta!

Tiago Moralles disse...

Tá, o "demente" foi bom hehehe.

A Moni. disse...

Lindo, Tiago!
Verdadeiramente!

Bisous.

Pedro disse...

E que mente não mente?

[ rod ] ® disse...

"Mentiras à parte, o cheiro do cheiro que é de cheiro diz, na aurora do que vejo, sua verdade nua à beira do célebre círculo do nosso amor." uma ode meu caro! perfeito!

Camila de Souza disse...

Ouvi seu "mais que micro e menos que conto" sendo musicado na minha mente.

E era Chico quem cantava.

Mentira.

Marga Dambrowski disse...

Que quente essa mente.
Inteligente!

Ingrid disse...

Fiquei perida em meio as mentes que mentem, ou não. Belo texto.

:*

Tiago Moralles disse...

Valeu Moni, Marga e Ingrid.
_

Rod, que foda isso.
_

Gostei da mentira Camila hehe.
_

Todas Pedro, todas mentem e não mentem ao mesmo tempo.

Barbara C disse...

A mente engana ,a mente sente...

Lindo este!

bjs

Felipe A. Carriço disse...

A memória olfativa é a mais resistente... e persistente... e mentirosa.