Microconto #196

No isolamento, buscou inspiração para o romance.

Acabou escrevendo cartas de saudade.

21 comentários:

Natalya Nunes disse...

owwwwwn *-*

Saudade de um tempo que passou, mas existiu...

A saudade sempre foi e sempre será a maior fonte de inspiração.

Tenha um ótimo fds, Ti!

Vinícius F. Magalhães disse...

Gostei!

Estefani disse...

Saudade é sempre um bom motivo para nos inspirarmos.

É dela que surgem pelas palavras, confidências...

É quando descobrimos quão aquela pessoa nos faz falta.

Renata de Aragão Lopes disse...

Recordar
é bem mais forte que
criar.

Ella disse...

Ah! Sempre!
Quero fazer uma coisa, faço outra...


Beijos!

Mariana Andrade. disse...

saudade de amar?
eu escreveria com saudade do que o amor tirou de mim: eu mesma.
deste jeito não seria bonito.
do jeito que escreves, sim.

Fê Colcerniani Justo disse...

Haaa sempre assim.... Não tinha como prestar mesmo...

Tiago Moralles disse...

O ruim é quando você não souber mais o que é saudade.

Fouad Talal disse...

o homem condiciona o meio e o meio condiciona o homem...

Abraço!

Diu Mota disse...

A saudade inspira...

inté

A Moni. disse...

Como diria Clarice:

"Eu não sei viver, só sei lembrar-me".

Beijos.

Wevertton disse...

Ola. Achei seu blog, gostei e estou seguindo! Segue o meu tambem?!

A beleza do erro puro do engano da imperfeição disse...

Caiu como luva!

Iasnara disse...

o ontem... ah, saudade.

Fê Colcerniani Justo disse...

Sumiu?

Felipe A. Carriço disse...

Mas nunca chegou a enviá-las. Permaneceu inspirado.

Daiana Costa disse...

Definiu-me.

Tiago Moralles disse...

Sempre sumimos.

Wilson Torres Nanini disse...

Seus contos deixam sempre uma linha pontilhada. A que vc me deixa nesse conto é que as cartas se tornaram cadáveres junto a rosas desidratadas dentro de um livro espesso.

-blyef disse...

cartas de saudade são as melhores *-*

Luciana P. disse...

Puxa, parabéns, Thiago, gostei mesmo dos seus escritos em forma de microcontos. estou aqui invadindo as suas histórias e viajando contigo pelo espaço imaginário delas.

Parabésn, você é um grande contista.