Microconto #272

Na Viela Dois, a família do Oswaldo, assiste à novela reunida.
Sonham com outra realidade,
vendo a ficção de sempre.

15 comentários:

Diu Mota disse...

Assistir a dos outros esquecendo da nossa? A reunião talvez os faça uma família...
inté

Pattricia disse...

Que seria da ficção sem o sonho? abçs

Nanda disse...

Será viver a ficção do outro a maneira mais ingênua de driblar a realidade?
Não sei... eu até fujo um cadinho da minha as vezes, mas sempre a prefiro nua e crua, do que a de outro, bem vestida e bem cozida.

Beijo!

Tiago Moralles disse...

Por pior que seja, também acho melhor.

Renata de Aragão Lopes disse...

"Sonhar não custa nada..."

Manuel Pintor disse...

Sonhar, sempre.
Mas ficção?

Tiago Moralles disse...

Sonhamos a realidade de viver um sonho.

Vivian disse...

...é o único jeito de reunir
a família.

infelizmente....

bjbjbj, coração!

vanessa formigoni disse...

fazia tempo que não vinha ler os escritos do meu escritor preferido.. é a falta de tempo... alias.. o tempo passa e seus contos continuas melhores a cada dia mais...
entre varias, um beijo de uma fã

Gabriela Andrade disse...

Isso diz tudo: "Sonham com outra realidade,
vendo a ficção de sempre." Parabéns.

contagotas disse...

Novela é mesmo assim! Se cofunde com realidade.

Tiago Moralles disse...

Pena Vi.
_

Brigado por sempre Van. Microbeijos.
_

Gabi e Ivone real e ficção se confundem.

marcosvrodrigues disse...

Antigamente se reuniam para almoçar ou jantar juntos, mas hoje, todos vivento alheios a própria realidade, embora permaneçam de corpo presente.

Adorei a menira como coloca isso.

Parabéns.


Se quiser, dê uma passadinha no http://occhistrabici.blogspot.com/ , onde coloco meus textos e inspirações.


Abraço!

Tiago Moralles disse...

Valeu Marcão, tô passando lá.

Camila de Souza disse...

Esqueceram de regular o contraste da tv...