Microconto #330

Depois do primeiro assalto, tudo que exigiu o pobre homem, foi um presídio que servissem comida.

16 comentários:

HÉLIO SENA disse...

Realidade arrepiante!

Tyago de Paula Ferreira disse...

A ambiguidade de 'assalto' encheu de charme esse micro!

Tiago Moralles disse...

Compartilhando com vocês essas dificuldades. Sinto-me pior.

Ju Fuzetto disse...

Cabeça cheia. Barriga vazia!

beijo Ti. bom Findi

Renata de Aragão Lopes disse...

A fome de ter.

Marcelo R. Rezende disse...

Os dois lados da moeda.

Dan disse...

ver isso se tornar uma opção de vida é triste!

M.M.Soriano disse...

MUITO BOM!
MUITO BRO!

Tiago Moralles disse...

Valeu Soriano.

Tatá R. da S. disse...

De qualquer maneira ainda sai mais caro um preso do que um estudante no Brasil.

Laura K. disse...

Motivos ele teve. Terá realmente sido um crime tão grave?

Marcelo Mayer disse...

conseguiu

Sakana-san disse...

E o direito à trepada nos fins de semana?

Tiago Moralles disse...

Bom direito. Bem lembrado.

Jaynne Santos disse...

Essa é a indiscútivel e insana realidade da vida.
"Manda quem pode, obedece quem tem juízo!"
Beijos;

Pedro disse...

Preso por querer matar a fome.