Loucuras de amor

O carro que encostou tinha "Declarações ao vivo" escrito na porta. O locutor desceu e começou a chamar o nome da Ivonete. Que só apareceu no portão depois de ter certeza que a vizinhança inteira tava vendo o presente. Durante uns dois minutos, o alto falante tocou o forró que ela mais gostava. O som abaixou. De fundo agora a música da novela das oito. O locutor começou a falar. Ivonete sabia de cor cada uma das palavras. A mulherada em volta chorava curiosa, cada uma tentando acertar palpites. Depois da mensagem vieram os fogos. O ajudante do locutor, que filmou tudo, entregou um CD pra Ivonete, deu parabéns pelo relacionamento, entrou no carro e foi embora. Ivonete voltou pra casa confiante. Sentou sorridente no sofá e pensou em quantos problemas economizava inventando namorados.

11 comentários:

Lija disse...

E que amor! Haha, massa!

Ju Fuzetto disse...

Talvez seja amor próprio rs

Tiago Moralles disse...

Amor egoísta.

Camila Luchesi disse...

hahaha'
Adorei!

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
PENATES

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE CARROS DE FUEGO, MEMORIAS DE AFRICA , CHAPLIN MONOCULO NOMBRE DE LA ROSA, ALBATROS GLADIATOR, ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER ,CHOCOLATE Y CREPUSCULO 1 Y2.

José
Ramón...

Sakana-san disse...

Uns se amam demais e outros de menos. A Ivonete não se encaixa em nenhuma das opções, ela tem compaixão de si mesma...

Luana Almeida disse...

Amar-se de verdade.
Mas a carência anda por lá.

Flores!

Ingrid Santana disse...

A economia é um fato relevante! Economia de desgaste emocional então...

Porém, creio que ela não tenha encontrado um homem que a goste realmente, que a faça deixar de crer que auto-tele-mensagens são suficientes.

Tiago Moralles disse...

Filosofias que cabem.

Marcelo R. Rezende disse...

Amor próprio ou desamor?

Barbara C disse...

espertinha ela rs, mas corro desses carros sempre com namorado ou sem, tenho pavor a declarações ao vivo rs...


beijos Ti

=)