Microconto #373

O sangue dava a ele uma sensação muito estranha, que só passava depois que a vítima não tinha mais como implorar.

6 comentários:

Vivian disse...

...você, cada vez melhor!

beijo, querido!

Luana Almeida disse...

Maravilhoso.
Espero que não seja nada pessoal. ^^

Flores!

Tiago Moralles disse...

Acho que não tenho pinta de serial hehe.

Nanda disse...

Vai ver que o vermelho do sangue coloria o cinza da mente dele, vai ver...

Ná Lima disse...

Me lembrou meu seriado favorito, Criminal Minds.

Você não tem mta pinta de serial hehe

Tiago Moralles disse...

Tem como dá Like num comentário hehehe?