Microconto #117

No fundo do bar, em sua nuvem particular de nicotina, gole a gole, ele e o garçom, já cansados da mesma música, flertaram a noite toda.

11 comentários:

pitombo disse...

Muito bom...o melhor vem depois...

Tiago F. Moralles disse...

Não sei se no meu ponto de vista eu dira o melhor hehehe.

Mauro Paz disse...

Bela cena. Bem... só faltou a Amarula

Tiago F. Moralles disse...

Achei que ofenderia com a Amarula hehe.

Iasnara disse...

por isso não acredito nos quase gays, é preciso ser muito macho para chegar junto.
(será que to viajando?)

Juliana Vermelho Martins disse...

Legal!
E, em pouco tempo, uma cena impossível com a nova lei anti-fumo em São Paulo :-)
Só espero que essa lei chegue tb a Curitiba!

(ainda acho incrível criar um cenário tão cheio de detalhes em tão poucas palavras...)

Tiago F. Moralles disse...

ISA, acho que precisa ser contraditoriamente macho sim.
_

Jú, essa lei é uma boa. Tô contigo.

Gessica Borges disse...

EU RI.

Um caso gay quase sempre tem drogas e rock por trás :P

Tiago F. Moralles disse...

Não tinha pensado que a música poderia ser rock, mais um novo ponto de vista.

Caputino Quaresma disse...

Acontede de tudo em um bar... muito bom...

Tiago F. Moralles disse...

E olhe que ainda tem muita coisa pra acontecer.