Microconto #158

A cada discussão imatura o relacionamento escoava junto com as lágrimas.

31 comentários:

Natália Corrêa disse...

nas lágrimas, um pouco de nós.
e quando o relacionamento acaba fica apenas aquele vazio...

Natalya Nunes disse...

É difícil quando o coração, ao invés de bater mais forte, apanha.
Mas, é como "dizem por aí":
"O amor é um contentamento descontente"

Ti, você está a cada dia melhor, hein!

Juro que hj eu esperava chegar aqui e ver um conto macabro e sanguinário..rs

Feliz sexta-feira 13!

Tiago Moralles disse...

Obrigado meninas.
Espero que não andem chorando muito.

kinha disse...

Fadiga total de discussão imatura e lágrimas.
;D

Felipe A. Carriço disse...

Amor rumo ao ralo.

Marcelo Mayer disse...

isso é cotidiano

Tiago Moralles disse...

Isso é "coitadiano" hehe.

Vivian disse...

...desenhos da vida, sem retoque.

deixo beijos...

Fernando R. Silva disse...

Estou lendo os microcontos. Muito bom.

Também tenho muitos que acabam ficando restritos ao Twitter, então tive uma ideia de criar um outro blogue só com os micro ou nanocontos.

Mas a sua ideia é melhor. Penso em te plagiar. Mas avaliarei. Enquanto isso te linco na Coluna pra lê-lo melhor depois. Mas até onde vi, gostei muito dos microcontos, embora não tenha checado toda minha timeline no twitter por falta de tempos esses dias.

Abraços!

A Moni. disse...

Odeio desperdício. Não me conformo.

Beijos de sexta-feira...

Gordinha disse...

O amor é como a pedra bruta de um artista plástico... As formas são dadas se respeitando os limites da matéria prima.

bjs da gorda!
=D

Fernando Segredo disse...

Lágrimas da verdade.

Tiago Moralles disse...

Valeu pessoas.
Fernando? Vou dar um pulo lá na Coluna.
Abraços.

bia martins disse...

A cada mil lágrimas sai um milagre.
Alice Ruiz.

Gessica Borges disse...

...Os velhos adolescentes atacam novamente!

Renata de Aragão Lopes disse...

No amor,
a plenitude é inconcebível.

É o que diz,
a propósito,
"Quando muito",
poema que publiquei hoje
lá no doce de lira.

Beijo.

Tiago Moralles disse...

Meninas e as senbilizações extintas nos homens.

Katrina disse...

Isso é cotidiado [2]

Duanny!. disse...

gostei.
ainda assim, gostei.

um blog beem interessante ;*

Luna Cortez disse...

Isso é cotidiado [3]

só pra não perder o gancho.

Anônimo disse...

A cada relacionamento imaturo as discussões escoavam, junto com as lágrimas. Tb podia ser, não?

Tiago Moralles disse...

Anônimo, não é que dava também.

Silvia Caroline disse...

o relacionamento mais cedo ou mais tarde acaba.

tudo vira pó no final.

Daiana Costa disse...

E dizem que o 'cotidiano' acaba com o que há de feliz na vida.

Daiana Geremias disse...

E geralmente é assim mesmo que acontece... Adoro seu blog... Entro sempre, embora comente pouco...

Tiago Moralles disse...

Pó e água né Sil hehe?
_

Daiana Costa, e não acaba?
_

Valeu por comentar Daiana Geremias, tentarei responder sempre que passar por aqui.

Microbeijo.

Lai Paiva disse...

E quando o relacionamento se esvai junto com as lágrimas, dificilmente ou nunca mais retorna... Muito boa frase Tiago, como sempre!!

D i c a disse...

Na discussão conhecemos melhor o outro, nem que seja o pior desse outro.

;*

Sakana-san disse...

;__;

Lisa Alves disse...

Suiscidio sentimental. :)

Eduardo Araújo disse...

bom, muito bom.