Microconto #241

Depois de atirarem as pedras,
os pecadores voltaram pra casa,
sem nenhum peso na consciência.

20 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Os pecadores são carregadores de pedras.

Fernando Segredo disse...

Joga pedra na Geni.

Renata de Aragão Lopes disse...

Pecadores convictos.
E com ainda menos bagagem.

Tiago Moralles disse...

Leves.

Renata Levy disse...

Hipocritas assumidos

Iara . Amorinha . Iah . Iaiá . disse...

É cômodo. Se livrar das pedras. Mais fácil. Que dos pecados.

Felipe Carriço disse...

ODIEI esse microconto!
Pronto, desabafei... me sinto mais leve.

Brincadeira, ficou bom pra caramba.

Lai Paiva disse...

Haja hipocrisia... Bj, Tiago.

Tiago Moralles disse...

Rê e Lai, a hipocrisia (des)faz do homem.
_

Iara, livrar-se das pedras é livrar-se da consciência, olha o Felipe hehehe.

Renata Luciana disse...

uns
quase iguais
quase ocos

Carolina Filipaki disse...

Dispenso as pedras, mas ressalto, não há nada melhor que pecar sem se arrepender...

Richard Mathenhauer disse...

E quantos voltam pra casa depois de passar por um morador de rua, de ver o linchamento nos programas sensacionalistas da tarde... Não há peso de consciência; não há a consciência.

Gostei da sua reflexão.

Abraços amigos,

Larissa Bortolli Menezes disse...

Também lembrei da Geni. Gostei do seu blog =)
Bom domingão.
beijos

Tiago Moralles disse...

Valeu pelas visitas pessoal.
Novos amigos, novos horizontes.

Casa de Mariah disse...

quem?
onde?
e o povo sempre esquece!!!

aluisio martins disse...

Ficam mais leves em catarses e pesam vidas alheias.
Muito bom!!!

Cleyton Cabral disse...

Fala, colega de profissão. Adoro microcontos. E os seus são incríveis. Passa no Cleytudo depois.

Abs,

Cleyton.

Larissa disse...

Descarregados, e ainda pesados, imagino.

Que bom ter achado seu blog.
Li algumas postagens anteriores e, me permita, a que mais gosti:

"No chão um fragmento de história dividido em dezenas.
No coração, a recordação em dezenas de histórias."

Tiago Moralles disse...

Valeu Aluisio e Mariah.
_

Cleyton, tô passando já.
_

Lá, bom isso né? Gosto também, obrigado por passar aqui.
Microbeijo.

Estefani disse...

É tão fácil cuidar da vida alheia.

Beijo.