Microconto #248

Depois que o déjà vu passou a ser repetitivo,
ele ficou preso eternamente numa falha do destino.

12 comentários:

Casa de Mariah disse...

toda manhã tenho a sensação que é hoje que vou conhecer meu destino.

Carolina Filipaki disse...

Que destino desastroso! rs

Eder Asa disse...

Me lembra toda vez que volto aqui e fico relendo as postagens... HAHA'

Lini Ribeiro disse...

Lembrei daquele filme: "como se fosse a primeira vez".

abs

Tiago Moralles disse...

Ainda doente, mas acompanhando os comentários, obrigado a todos.

Renata de Aragão Lopes disse...

Refém de si.

C.Antonholi disse...

a vida é assim mesmo
um ciclo repetitivo
onde ficamos presos em alguma lacuna deixada por Deus...

abs

Felipe Carriço disse...

Falha no destino para os espiritualizados e química para os cientistas.

Bruno Philippsen disse...

Groundhog Day, lembra?

Tiago Moralles disse...

Estou baixando, coincidentemente.

Barbara C disse...

Ficou preso até que ele se acertasse.
Precisava fazer tudo diferente.

bjs

Edson Bueno de Camargo disse...

Creio que todos nós o estamos.