Microconto #294

Beijou a bochecha da mãe – estava macia.
Pegou a mochila, abriu a porta e disse adeus premonitoriamente.

2 comentários:

Por que você faz poema? disse...

A vida é feita de adeuses.

Ju Fuzetto disse...

O adeus sempre é dolorido