Microconto #310

Sentei na pedra e torci pra dar tempo de ver o sol.
Lembrei de tudo que a gente fez junto.
A saudade bateu.
O coração não.

26 comentários:

Michele P. disse...

Então a saudade bateu que doeu.

Beijo!

C.Antonholi disse...

so sad

Tiago Moralles disse...

Digamos que sim.

Ju Fuzetto disse...

O coração cala. A alma grita.

Bom findi Tii maxi beijos!rs

Pedro disse...

E de tanto bater o coração parou.

naomefazpensar disse...

Muito bom.

Curti a valer esse microconto.

Tiago Moralles disse...

Valeu Lineuzinho.
_

Beijo pra gente Ju.

disse...

Esses espasmos do coração é que matam

José María Souza Costa disse...

Passei por aqui lendo. A saudade não pode pára nunca, senão o coração mexe-se. belo blogue. Estou lhe convidando a visitar o meu. Muito simplório, e se possivel seguirmos juntos por lá
Abraços de verdade

Paulo Fodra disse...

Sutilezas raras falam muito mais que a verborragia pedante. Parabéns!

Abraço,

Marcelo R. Rezende disse...

Amei teus microcontos.
Seguindo ;*

Wilson Torres Nanini disse...

Romântico como um paralelepípedo. Um dos ótimos!

Abraços!

Tiago Moralles disse...

Marcelo, obrigado pela confiança.

Vivian disse...

...Tiago meu querido lindo,
se existisse blog de cabeceira,
este seria o meu preferido.

te gosto muito e é de graça!

smacksssssssssss

Agência PSD Designer Ltda. disse...

LEGAL TEU BLOG... TO SEGUINDO.. SEGUE-ME

LUCRE COM SEU BLOG:
www.psdesigner.com.br/entretenimentos

Seu blog é divulgado aqui após cadastrar-se

SIGA-NOS:
www.psddesigner.blogspot.com

OBRIGADO!
Marcos Roberto

Folhetim Cultural disse...

Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
Vamos trocar conhecimentos...
Ass: Magno Oliveira
Folhetim Cultural

Tiago Moralles disse...

Vivi, sua linda.
_

Obrigado Marcos e Magno pela visita.

Ju Fuzetto disse...

Passar aqui é um vicio...haha!!

Adoro. beijo Ti

Má Midlej disse...

O coraçao não bateu, daí isso significa que apesar da nostalgia não tem mais sentimento? hum

Yasmin Lima. disse...

Lindíssimo. Da pra sentir só de ler.

Tiago Moralles disse...

Má, belíssima analogia.
O pensamento do não morte.

Camila Fontenele disse...

Cara, esses microcontos são os melhores.

- Algumas coisas batem mais que as outras, essa saudade é o pulsar da memória.

Um beijo ;*

gibin, thais disse...

tenho disso da saudade bater, e o coração não.
me definindo aí.

se tiver twitter: thaisg89
diz que é do blog :)
bjs

Lija disse...

Parece que parou mesmo...
Me definindo momentaneamente, haha.

"E de tanto bater o coração parou" Que lindo isso.

"Romântico como um paralelepípedo." Não entendi, haha.

Eu adoro ler comentário. ><

Lucão disse...

Muita sensibilidade nesse, meu velho.
Ótimo e na medida de sempre.

abraço

Laura K. disse...

De tanto sofrer o coração aprende a ser apático.