Street Fighter

.
.
.
Eu sei que os mais aficionados em games de última geração talvez me crucifiquem por falar isso, mas é simplesmente um outro olhar. O novo lançamento da Capcom, “Street Fighter IV”, tem uma riqueza de difícil preocupação nos dias atuais, a arte não-real. Nada de feições extremamente humanizadas ou corpos texturizados, o jogo é objetivo, luta, e assim consegue ser belo artisticamente.

Bem mais avançado em qualidade do que Okami
, outro game também distribuído pela Capcom que segue a mesma tendência visual. O relançamento de Street Fighter promete uma revolução nos games de luta, não só pelo contraponto da qualidade como já citado, mas também pela inovação no equilíbrio de forças, onde personagens são capazes de retirar maior intensidade de energia dependendo do tipo de qualidade técnica que disponha.
.
.
.
Não sou muito fã de Street Fighter (nada a ver com a minha baixa qualidade em jogos de luta), prefiro Winning Eleven, mas com um acabamento desses que permitiu aos cenários ganharem mais vida e cores, bateu uma vontadezinha de jogar. O lançamento é para Playstation 3, X Box 360 e PC, então já sabe né, quem quiser convidar para uma disputa, mas nada de apelar com rasteira e soco, como já disse, não sou muito bom em, quer dizer, eu não sou muito fã de jogos de luta.

Fotos UOL

Nenhum comentário: