Microconto #111

Era um pobre coitado que já fez de tudo nessa vida. Só morrer que, infelizmente, ainda não.

8 comentários:

Felipe A. Carriço disse...

É totalmente o contrário do meu último texto. Uma glutonaria vital sem fim na privada...

Tiago F. Moralles disse...

É sempre assim, as oportunidades nunca vêm pra quem precisa.

Fernando Segredo disse...

Pobre sofre até na hora de morrer.

Tiago F. Moralles disse...

Pobrezinho.

Gordinha disse...

Conclusão - POBRE só se FODE! (Me desculpem o palavreado)
=D

Kenzo Kimura disse...

Vaso ruim não quebra.

Iasnara disse...

morrer às vezes é impossível, eita pobre sem sorte.

Tiago F. Moralles disse...

Pobre é imortal então. É isso?