Microconto #258

Nunca viu a vida com o colorido que todos falavam.
Era daltônico, mas em compensação, via um mundo só dele.

16 comentários:

amandiinha disse...

Já me contaram como é esse mundo de cores diferentes. Adorei o microconto. *-*

Beeijos,
Amanda

Tiago Moralles disse...

Pra mim também, esse foi em homenagem a um amigo.

Renata de Aragão Lopes disse...

Há, em tudo,
alguma vantagem!

Beijo,
Doce de Lira

Lua disse...

Não via colorido, mas sentia...

Tiago Moralles disse...

A sensação das cores.

Lívia Azzi disse...

Os defeitos viram efeitos!

Talita Prates disse...

ônus/bônus.

(quase) tudo é assim, né?

bjo, Ti.

Vinícius F. Magalhães disse...

Um mundo furta-cor. rsrsrs

Luna disse...

quando eu era criança eu achava que quem era daltônico só enxergava verde e vermelho, já pensou um mundo assim? rs

Fernanda Avlis disse...

Diante de tanta calça verde limão e dessa onda Restart, sorte tem é o daltônico.

Tiago Moralles disse...

Olha só, não vemos os coloridos hehe.

Flor de Lótus disse...

Acredito que com ou sem cores temos um mundo só nosso, e se esse mundo não tem todas as cores que gostaríamos precisamos ver melhor com os olhos da alma.
Beijosss

Tiago Moralles disse...

Justo.

Fernando Segredo disse...

Cada um vê um mundo diferente.
Cada um é o seu próprio mundo.

Gabi Ramos disse...

Esse é das suas ótimas sacadas!

Tiago Moralles disse...

Bom que gosta Gabi.