No meio do caminho tinha uma pedra

A queda.
O tranco no chão.
Um estalo seco no osso do braço dividindo em dois.
O silêncio após a primeira fratura.
Com sangue ainda quente, a dor deu lugar a dormência.
Caído ali, esperando socorro, por um momento, só conseguia pensar na semana que vem, em quem assinaria seu gesso na escola.

18 comentários:

Gordinha disse...

Nunca quebrei uma parte do corpo para alguém assinar no gesso... Frustrante.

Bjs!
=D

Tiago Moralles disse...

Dois então.

Nayara Diniz disse...

Tálita e Tiago 3 membros com nada quebrado.

Estefani disse...

Três já é demais??? hehe...

Sorte a nossa ;)

Beijos Ti.

Renata de Aragão Lopes disse...

Dormente e sonhador! : )

Felipe Carriço disse...

Isso não é um gesso. É um troféu!

Lila disse...

Tempo bom...até a dor de uma quebradura dava prazer...rs
Bjs meus !

A beleza do erro puro do engano da imperfeição disse...

Eu quebrei as duas pernas, os dois braços, dois ou três dedos...uma coisa de cada vez! Tudo começou quando ganhei um skate na lata do nescau e radicalizei minha vida!ahahaha
Boas lembranças da época em que eu vivia engessada!!! :)

Tatá R. da S. disse...

Haha, humor negro detected.
Também entro na fila das pessoas frustradas... o/
=*

Tiago Moralles disse...

Tô chegando a conclusão que se quebrar não doi tanto assim.

Por que você faz poema? disse...

No meio do caminho há muitas coisas.

Edu O. disse...

Que construção vc criou nesse texto! Vamos fazendo a cena e sentindo tudo que há ali dentro. Muito bom!

Tiago Moralles disse...

Valeu Edu.

vanessa formigoni disse...

fantastico.. é o verdadeiro modo que todos deviam levar a vida..
=)
MICROBEIJO

Tiago Moralles disse...

Também acho, todos deveriam quebrar o braço hehehe.

Ana Marques disse...

Somos 3. Nunca quebrei nada, mas não foi por falta de tentativa.

E lembro do poema de Drummond, as vezes uma pedra é apenas uma pedra. As vezes, é a queda. As vezes, é a dor no dedão do pé.

As vezes, nem pedra é, mas estamos pré-dispostos a quebrar algo. E pensar no futuro é sempre mais legal do que sentir a dor presente.

beijos!

Ana

Tiago Moralles disse...

"E pensar no futuro é sempre mais legal do que sentir a dor presente."
Gostoso de ouvir.

Barbara C disse...

Molecagem de crianças, para tudo tem o lado bom para eles.


Gostei desse!

Bjs Thi.