Microconto #261

Entre os dedos escorria areia.
Ampulheta natural com outras medidas.
O tempo aqui era o que menos importava.

25 comentários:

Angélica Lins disse...

Feliz é quem pode escorrer pelos dedos de alguém.


Lindo =)

Marcela disse...

Pois é, tentei fugir do tempo e da pressa do relógio e encontrei refúgio aqui mais uma vez. Obrigada pelo microconto nosso de cada dia.

Tiago Moralles disse...

Brigado Angélica.
_

Marcela, amém por você aparecer ; )

Barbara C disse...

Como é bom não ter o tempo para preocupar.


Bjs.

Tatá R. da S. disse...

Quando o momento é especial, tempo é o que menos importa.
=***

Erica Ferro disse...

Na verdade, acho que o tempo não deveria importar tanto. Perdemos tempo medindo o tempo. Ok, não falei nada com nada.

Enfim, você é o "cara dos microcontos", se me permite dizer. ;)

Tiago Moralles disse...

Barbara e Tatá, o tempo é inevitável.
_

Eriquinha, permitir eu permito, mas que dá vergonha dá.
Brigado querida.

Michele P. disse...

Isso me fez lembrar dos momentos em que sentada na beira da praia, eu deixava escorrer por entre os dedos a areia e milhões de devaneios...

Como sempre, impecável.

Tiago Moralles disse...

Impecáveis são os momentos ; )

Lara Amaral disse...

Imagem poética daquelas! Muito bom, Tiago.

Beijo.

contagotas disse...

Quando se deixa a areia escorrer por entre os dedos, tem-se todo o tempo do mundo.

Bj
MariaIvone

Luciano disse...

Pocas palavras, tantas imagens.
Abração de arte, tchê.

Felipe Carriço disse...

Ampulheta

O tempo é refém de quem vira

Quem vira é refém do tempo

Tiago Moralles disse...

Lara e Luciano, muitas imagens em poucas palavras, esse é sempre o desafio. Valeu.
_

Maria, geralmente é nessa hora que percebemos o quanto ainda falta.
_

Felipão. Gostei disso.

tamara furlan disse...

amei!

vanessa formigoni disse...

Fazia tempo que não vinha aqui..
mas é a falta de tempo,
novamente parabéns você é d+ !!

Thiara Pagani disse...

Moço, gostei bastante.
Complicado medir o tempo.
Mais é sempre menos.

Tiago Moralles disse...

Brigado Tamara e Thiara.
_

Van, bom te rever por aqui.

Luna disse...

isso me lembrou coisas boas que acontecem na praia, se é que tu me entende, rs.

Tiago Moralles disse...

Entendi.
Mesmo se não tivesse entendido hehe.

Tiago Moralles disse...

Entendi.
Mesmo se não tivesse entendido hehe.

Vivian disse...

...até hoje faço isso,
e a areis leva meus
ais.

sssmackssssssss, lindeza!

Iasnara disse...

me leio em teus textos, mania antiga... é automático, osmótico, ou coisa de leitor inculto, talvez. sempre vale a pena abrir tuas páginas. aqui, a vida até escorre, mas talha o tempo em boas lembranças.


saudades


:*

Tiago Moralles disse...

Há quanto não te vejo aqui.

Camila de Souza disse...

Que assim seja.

Tava na hora de pegar minha ampulheta natural para passar por aqui mesmo. :)